Dicas de atendimento e aprofundamento no Digging – Evento para praticantes dia 01/11 em Brasília

Praticas de atendimento ThetaHealing com Ron Oren (Israel/Suiça) & Raquel Minako (Brasil/Israel)

 Dicas de atendimento e aprofundamento no digging no domingo dia 01/nov/15. Informações pelo email carolina.thetahealing@gmail.com  Dicas Digging RonEu (Ron Oren) te convido a compartilhar e se inspirar com a infinita criatividade do ThetaHealing.

Após mais de 10 anos de experiência em minha clínica, eu gostaria de compartilhar algumas boas dicas que funcionam para mim. Eu me lembro que no começo da minha jornada como curador eu via meus professores chegando com soluções criativas para qualquer questão que surgisse na sessão.

Senti que queria ser como eles.

Eu pensava: como eles fazem isso?

Eu tinha vozes internas que me diziam que eu não era tão bom quanto eles!

Então continuei no meu caminho, coletando dicas e ideias que eu recebia e testemunhava em cada sessão. Com o tempo algumas técnicas originais vieram e continuaram vindo através de mim, enquanto eu perguntava ao criador: “como eu posso ajudar esta pessoa?”

Como um professor, eu continuo a organizar reuniões práticas onde os alunos compartilham sessões. Percebi que neste caminho nós todos nos tornamos melhores, nos enriquecendo como pessoas e curadores. Nosso caminho é um desenvolvimento coletivo de aperfeiçoamento e lapidação de uns aos outros com idéias e dicas.

Cada sessão que faço é diferente. Tenho diferentes caminhos e estilos que eu encaixo para a pessoa e para o momento.

Muitos estudantes me pedem para assistir algumas sessões em desenvolvimento para receber mais opções para cada situação, foi assim que nós criamos este formato de encontro para demonstração de sessão. A estrutura básica é:

1)      Eu demonstro uma sessão de 30 min com uma pessoa.

2)      Nós temos 20 min para questões e comentários sobre a sessão

3)      Nós repetimos esta estrutura por mais vezes.

Este formato provou ser muito benéfico e inspirador para vários curadores, além de, uma oportunidade para enriquecer nossas ferramentas, por testemunhar outros curadores trabalhando. Eu acredito no compartilhar de nossos conhecimentos.

Alguns curadores gostam de trabalhar em um processo, outros curadores gostam de dissolver o problema instantaneamente. E todo cliente contém necessidades diferentes.

Para mim a essência do ThetaHealing é a conexão individual entre a pessoa e o criador.

Naturalmente cada curador desenvolve seu próprio estilo de trabalhar com o criador.

Nosso trabalho como curadores é empoderar a pessoa para conectar com seu próprio canal direto. Em seguida também é importante ajudar à pessoa a aceitar e receber todas as possibilidades disponíveis a eles.

Normalmente o subconsciente resiste a mudar. Eu percebi que muitos estudantes me pedem para mostrar como eu lido com a variedade de bloqueios e resistência que chegam em uma sessão. Algumas vezes suave e amando como uma mãe, fluindo como água ao redor dos obstáculos e outras vezes direto e ardente como um fogo, queimando todas as ilusões e resistências, como um pai dando disciplina ou um “chute na bunda”.

Eu gostaria de te conhecer, compartilhar e dialogar com você.

Comparar estilos que desenvolvemos nas comunidade de ThetaHealing em Israel e na Rússia e trazer para casa dicas do estilo brasileiro.

Com amor e alegria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s