Você sabe qual a sensação de sentir?

Escrito por Carolina Carvalho

Chamam-me Carol. Sou fascinada pelo psiquismo humano, que revela o funcionamento da fabulosa máquina encantada que é o Ser Humano. Curiosa pelas consequências comportamentais que se manifestam no Corpo, seja na maneira de andar, de falar, na postura, nas defesas, etc. Acredito que não estamos aqui para sofrer nem para adoecer, mas para compreendermos o porque dos nossos sofrimentos para que eles se transmutem e se elevem em auto-conhecimento.

8 de outubro de 2016

peito-aberto

Respire para Sentir

Você está disposto a sentir  a magnificência da vida em toda a sua plenitude, beleza e prazer?  Então abra o peito e vamos respirar.

Respirar pra valer. Movimentando o corpo. 1) Inspirando o ar; 2) Inspirando o ar; 3) Inspirando o ar; 4) Inspirando o ar; 5)Inspirando o ar; Segura um pouco (sim você consegue) Agora sim solta tudo de uma vez sonoramente. Aaaaaaaaaaahhhhhhhhhh. Pode fazer várias vezes.

Por que seguramos a respiração em momentos de medo ou de dificuldade e principalmente em momentos de muito prazer? Pra não sentir. Observe. Sentir envolve coragem. E quando se descobre que é bom, vira um parque de diversões. Infelizmente a nossa sociedade carrega muitas crenças de falta de merecimento e de achar que não sustenta a luz ou o prazer máximo. Sabe quando tá bom e a pessoa fala pára, pára, pára?  Pois é. É bom olhar pra isso. Ver como inconscientemente se cria uma realidade de dor e sofrimento porque acha que não merece o melhor. Por mais que fale que quer uma vida mais tranquila.

No caso da dor, suprimir a respiração também é uma maneira de não sentir. A consequência é que a dor não se esgota e fica guardadinha em alguma parte do corpo e com o acúmulo pode virar doença.Não há como sentir verdadeiramente se prendemos a respiração ou se mantemos uma respiração de sobrevivência, para minimamente permitir nosso corpo se movimentar. Se dói, vamos expressar a dor pela expiraçao. Deixa ela sair. Se é bom também. Vamos deixar o fluxo da vida correr pelo corpo fazendo vibrar nossas células. Vamos sentir.

A respiração é uma forma de conexão com o Divino. Ele se faz em nós.

Acontece que muitas vezes nossa experiência de vida não permitiu que fosse registrado em nós alguns sentimentos. Nós podemos não conhecê-los. É como querer abrir um arquivo de Excel num computador que não tem esse programa instalado.  Esse caso é diferente do evitar sentir algo que você já conhece suprimindo a respiração, como citei antes.

Funcionamos como um computador. Se você tem uma experiência de vida difícil, com pai ou mãe ausente, por exemplo, histórico de sofrimento e dor, tendo que se esforçar muito pra  obter algo da vida, para ser reconhecido, se sentir útil e para obter o mínimo de atenção e amor das pessoas. É essa a linguagem que seu computador interno conhece e provavelmente é a realidade que você cria ao seu redor, seja no ambiente de trabalho, na rua, com os amigos, etc.  Pode ser que você não saiba a sensação de receber amor do pai ou da mãe, de um homem ou de uma mulher. Pode ser que você não saiba como lidar com o reconhecimento e com a sensação de ser útil. Difícil pode ser o único caminho que você conhece. Talvez você não saiba de outras possibilidades e sentimentos, porque seu sistema neurológico também não sabe.

Criação de novos sentimentos

Com o ThetaHealing® nós temos o trabalho magnífico da Criação de Sentimentos. É com ele que podemos ensinar essa pessoa os sentimentos de que a vida pode ser leve, graciosa e plena. Ensinamos qual a sensação de viver sem sofrimento. Ensinamos qual a sensação de viver sem precisar se esforçar pra obter o que quer. Ensinamos a viver sem se sentir desencorajado para a vida. Ensinamos que é possível viver com esses novos sentimentos e ainda pertencer a sua família de origem. Pois que muitas vezes todos os membros da família tem o mesmo padrão de sentimentos e crenças e para evitar ser diferente você continua sofrendo com eles.

Todos os sentimentos podem ser baixados no sistema da pessoa com rapidez e facilidade a partir da onda cerebral theta. Se você acha que precisa desses sentimentos na sua vida, diga SIM. Vou fazer a minha meditação Theta e comandar que você tenha esses sentimentos positivos aqui relacionados em sua vida agora. E que você saiba também que é seguro respirar e sentir. Que você saiba fazer isso da melhor e mais elevada maneira.

Permite que seja ensinado a você, ao seu corpo, às suas células, a sensação de ser amado em todos os sentidos, honrado, respeitado, reconhecido, querido. Diga SIM! O Criador acaba de te ensinar. Você já sabe. Respira e saboreie a vida com todo esplendor que você merece.

Porque a vida é pra ser vivida com Graça e Leveza.

Beijo no coração.

Carolina Carvalho

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: